:.:. ofensas gratuitas .:.:
Filho(s) da puta on-line!! television-finger-120.jpg
segunda-feira, março 29, 2004
 
Ao Orafodas:

Orafodas, este post é dedicado a ti. Sei que há muito desejavas tal destaque. Sei que precisas de atenção. Por isso, dou-te o crédito que mereces. A ti e aos que nos lêm, deixo-te este pensamento:

«Se o «Ofensas Gratuitas» fosse uma entrevista desportiva, serias, então, o nosso Emplastro! Obrigado.»

foto31a.jpg
quinta-feira, março 25, 2004
 
Apaixonados:
Nota Prévia: Este post vai, mesmo, ferir susceptibilidades... eu sei. Mas é para compensar algumas semanas de ausência...

Alguns pensamentos que me surgiram após o visionamento da referida película:
« O livro é melhor... »
« Foda-se... Estragaram-me o final... Já alguém me tinha dito não sei onde, que o gajo morria no fim!! »
« ...Estes gajos em Hollywood... Já nem arrajam desculpas decentes para fazer sequelas... Resuscitar????!!! Foda-se! »

...perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido...

231118.gif

domingo, março 07, 2004
 
2Many Rumors:
Será que no próximo dia 9 , os djs de culto mais idolatrados de todo o novo riquismo cultural da onda electroclash que invadiu todo o espaço "wannabe trendy" da zona de Lisboa, vão estar ou não a operar a mesa de mistura da discoteca Lux?... No site não há nomes anunciados... apenas uma vaga referência a uma festa privada a decorrer no espaço à data marcada... Um «teaser» , muito provavelmente... Mas o boato está espalhado! E a corrida aos convites começou... Há que telefonar a todos os amigos em «high places», a entrada tem de estar garantida... e ninguém se atreve a levar uma tampa do Miguel... não , isso seria demasiado embaraçoso... Vamos «mohawks», vocês conseguem! Nem que os saldos dos vossos Yorns fiquem esgotados para sempre!!

soulwaxtoomanydjs.jpg
sábado, março 06, 2004
 
Puta da Cultura:
Este texto está aqui exposto tal como me foi entregue. Nem um acento lhe foi retirado, ou acrescentado.

« Prostituição cultural
Barbara Guimarães recebeu até Outubro de 2001, durante todos os meses,
5.000 euros (1000 contos) do Ministério da Cultura para realizar um
curto programa diário na RDP-Antena 1. Ao todo foram 60.000 euros (12 mil
contos)recebidos em 2000 e cerca de 4500 a 5000 euros por mês em 2001. Ou
seja, o Estado Português gastou com Barbara Guimarães um total de 110.000
euros.
Tudo graças à amizade então existente entre o ministro da Cultura e a
conhecida estrela de televisão. Manuel Maria Carrilho subsidiou o
programa,um pequeno magazine cultural de cinco minutos transmitido de
segunda a sexta-feira na RDP-Antena 1. Os 5.000 euros mensais atribuídos
por Manuel Maria Carrilho a Barbara Guimarães foram pagos através do
Fundo de Fomento Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura e
presidida pela actual secretaria-geral do ministério, Helena Pinheiro
Azevedo.
Este deve ser o dinheiro que um contribuinte médio faz de descontos
UMA VIDA INTEIRA, sem poder fugir !!!»
barbara-guimaraes.jpg
quinta-feira, março 04, 2004
 
The Fight of the Century:
Isto não é bem um post. É antes um espaço. Um espaço que resolvi reservar à "luta" desenfreada que se arrasta há dias nos «comments» do post de 15 de Fevereiro. O post desse dia é sobre o facto da AEISCSP , pelo notado, não pagar a conta do domain do seu próprio site... mas o bate boca que se originou nada teve que ver com o assunto apresentado. Por isso e para que se faça a devida justiça à polémica entre «Orafodas», «Clone do Sr. Professor», «GMM», «Banky», «The Oscar» e «MPO - Movimento Pro Orafodas», criei este post só para que o espaço de comments que aqui se originar seja um espaço mais apropriado para a continuação da saudável (...ou pelo menos divertida..) «briga» semântica destes simpáticos intervenientes... Obrigado por serem quem são!!


ssg-ujf-30g.jpg
terça-feira, março 02, 2004
 
Tadinho do Sr. Moore:
Confesso que também nunca «fui muito à bola» com o Sr. Michael Moore. Toda aquela atitude de «existe uma conspiração , eu sei de tudo mas não posso dizer porque tenho uma família e por isso prefiro um tom irónico e simpático que ninguém leva a sério», sempre me irritou. Mas para dizer a verdade, sempre prefiro um americano zangado com a América de que um que a tenta glorificar tal adepto ferrenho de clube desportivo... Esses filhos-da-puta que preferem mandar um tinto de Bordéus à rua em vez de o beber, ou capazes de mudar o nome de algo tão aculturado nos E.U.A como as batatas fritas só porque tinham um «french» na designação, são umas bestas!... Mas este site é o cúmulo... É um contra-ataque desleal... e no entanto é tão americano não é?


Powered by Blogger

Site Meter