:.:. ofensas gratuitas .:.:
Filho(s) da puta on-line!! television-finger-120.jpg
terça-feira, abril 20, 2004
 
(R)Escrever a vermelho:

Transformar as comemorações dos 30 anos da (R)Evolução de 25 de Abril, num evento "fashion" com direito a cravos "a la Whorhol", foi um brilhante ideia. Foi tão brilhante que até ofusca o nosso olhar ao olharmos de frente para a situação. A campanha televisiva sobre o mesmo tema, é ainda mais brilhante. Demonstra como o país sofreu uma evolução na ordem dos 200% nos últimos 30 anos, o facto talvez da campanha parecer uma campanha de propaganda do actual Governo deve ser, com certeza, apenas impressão minha.
Se pensarmos bem, esta campanha é apenas um pequeno favor que o actual Governo está a fazer para promover os esquecidos (R)evolucinários de Abril. Reparem, que à quantos anos não tinhamos homens de barba rija a subir as escadotes para , com uma lata de tinta ou spray, fazerem notar a suas ideias em letras vermelhas garrafais?... Parece que estou a ver o Sr. Antunes:


« Maria??? Sobrou alguma lata de tinta vermelha daquelas que eu usei para escrever «O Povo está com o MFA» no muro dos Gouveia?? »


main_article_abril.jpg

sexta-feira, abril 02, 2004
 
Um momento de poesia:



Hon, hon, hon...
Hon, hin, hon, hin, hon, hin...

Eu quero a minha conta bancária na Suiça
Para meter lá a minha linguiça
Eu quero a minha conta bancária na Suiça
Para meter lá a minha linguiça
Todo o ano!

Amo-te, és tão linda
Hon, hin, hon, hin, hon, hin, hon, hon, hin...
Amo-te, és tão linda
Hon, hin, hon, hin, hon, hin, hon, hon, hin...

Sinto-me tão bem quando te vejo
Os teus olhos merecem um beijo
Sinto-me tão bem
Quando vou para o Cacém
Sinto-me tão mal
Quando vou para o Funchal

Anda Maria, vamos para a praia
Vamo-nos amar como os peixinhos do mar
Como os peixinhos do mar, vamo-nos amar
Anda para a praia, Ana Maria...

Hon, hin, hon, hin, hon, hin...
Hon, hin, hon, hin, hon, hin...

Eu quero a minha conta bancária na Suiça
Para meter lá a minha linguiça
Eu quero a minha conta bancária na Suiça
Para meter lá a minha linguiça
Todo o ano!

Amo-te, és tão linda
Hon, hin, hon, hin, hon, hin, hon, hon, hin...
amo-te, és tão linda
Hon, hin, hon, hin, hon, hin, hon, hon, hin...

Sinto-me tão bem quando te vejo
Os teus olhos merecem um beijo
Sinto-me tão bem
Quando vou para o Cacém
Sinto-me tão mal
Quando vou para o Funchal

Hon Hin Hon; Ena Pá 2000


Powered by Blogger

Site Meter